sábado, 25 de fevereiro de 2012

Aula sobre ano bissexto

Uma pergunta comum em 2012 será:

Por que fevereiro tem 29 dias?


Simples! Porque 2012 é um ano bissexto e terá 366 dias!


Muito bem, essa pergunta deve aparecer na sua sala de aula nesse ano e pode desencadear uma série de aulas para se trabalhar com noções de tempo.

1º) Vamos entender o que é um ano bissexto?

Em primeiro lugar: seus alunos têm a noção de MÊS construída?

Mês é o aproximadamente o tempo necessário à lua para efetuar uma volta ao redor da terra. Em anos normais, um mês tem em média 30 dias e 10 horas (730 h), e em um ano bissexto, um mês tem em média 30 dias e 12 horas (732 h). Um mês corresponde a 1/12 de um ano.”

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%AAs


Para as crianças conseguirem visualizar de uma forma rápida, pegue diversos calendários de anos diferentes e pergunte:

Como o calendário está organizado?


É fácil perceber a estrutura dos meses. Peça para as crianças observarem as diferenças entre eles. Vão surgir várias hipóteses sobre o início de cada mês ser diferente em cada ano. Tente provocar o olhar deles para o FINAL dos meses.

Eles têm sempre o mesmo número de dias?



Não! Eles têm 28, 30 ou 31 dias. Por que isso acontece?


Porque o ano tem 365 dias e para dividi-lo muitas culturas usaram o ciclo da lua como medida. Quer dizer que as vezes a lua demorava 29 ou 30 dias para dar uma volta completa na Terra. O problema é que as vezes a lua demorava 29,5 dias. Por isso os romanos, no século VI a.C, criaram um calendário com 355 dias, o ano começava em março e terminava em janeiro, sendo que os meses tinham 29 ou 30 dias. Mas fevereiro era considerado de mau agouro e ficou com apenas 28 dias. Depois disso muitas mudanças aconteceram: em 46 a.C os romanos criaram um calendário baseado no ciclo solar e os meses mudaram todos para 30 ou 31 dias, somando 365.

Para saber a história inteira, visite a página da Revista Mundo Estranho clicando aqui.


Para entender o ciclo da lua confira o vídeo abaixo:



Para entender os movimentos da Terra:



Mas por que fevereiro tem 28 e 29 dias?


Bom, de acordo com o calendário gregoriano o mês de fevereiro tem 28 dias, a não ser em anos bissextos, em que é adicionado um dia a este mês. Segundo a Wikipédia:

*

“O nome fevereiro vem do latim februarius, inspirado em Februus, deus da morte e da purificação na mitologia etrusca. Originariamente, fevereiro possuía 29 dias e 30 como ano bissexto, mas por exigência do Imperador César Augusto, de Roma, um de seus dias passou para o mês de agosto, para que o mesmo ficasse com 31 dias, semelhante a julho, mês batizado assim em homenagem ao Imperador Júlio César.”


Então o que é ANO BISSEXTO?


Chama-se ano bissexto o ano que tem um dia extra, ficando ele com 366 dias, um dia a mais do que os anos normais de 365 dias. Isso ocorre de quatro em quatro anos, porque um calendário fixo de 365 dias apresenta um erro de aproximadamente 6 horas por ano, equivalente a 1 dia a cada quatro anos ou 1 mês a cada 120 anos.

Quer entender melhor? Assista ao vídeo:



::OUTRAS IDEIAS::

Revista Nova Escola:

Era uma vez o Sol, a Terra e a Lua...

Você conquista os alunos com lendas e histórias. Depois, observa com eles o céu e estuda os fenômenos celestes. Assim, a turma aprende de verdade os conceitos de astronomia.

Disponível aqui:
http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/pratica-pedagogica/era-vez-sol-terra-lua-426157.shtml

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Projeto de leitura: Samba enredo e literatura infantil

A escola Imperatriz Leopoldinense homenageou no seu samba enredo de 2005 dois ilustres escritores de literatura infantil: Hans Christian Andersen e Monteiro Lobato. A letra do samba pode ser o ponto de partida para um grande projeto de leitura:


1) Depois de ouvir, cantar e dançar o samba enredo, ler a letra da música e identificar as referências que ele faz aos dois autores e suas histórias.

2) Buscar na Biblioteca ou na internet as histórias citadas. Organizar diferentes atividades com elas: contação, dramatização, interpretação, etc.

3) Criar um painel com cartazes de cada história, fazendo uma composição alegre como o carnaval. Pode ser feita em grupos, onde cada um faz o cartaz de uma história do samba enredo.







A turma do sítio apronta
A imperatriz faz de conta
Emília cantando assim:
Vem viajar nessa história
É só dizer pirlimpimpim

Era uma vez...
E um sorriso de criança faz agente acreditar...
Era uma vez...
Em um mundo encantado, se prepare pra sonhar...
Contos de fadas, rainhas e reis...
Roupas que o povo não pode enxergar
Os sapatinhos dançando sozinhos
Um rouxinol a cantar
Sereia menina, a bailarina...
Universo criado por um sonhador
E o menino venceu a pobreza
E fez da arte a linda princesa
Com quem viveu grande amor

Pega a viola o repentista
Conta em versos que o grande artista
Da Dinamarca voou, foi além
Como um cisne altaneiro
Hans Christian Andersen

Foi Monteiro Lobato
Um mestre de fato da literatura infantil
Histórias escritas com arte
E de todas as partes contou no Brasil
O sítio não tem fronteiras
Abrindo as porteiras pra imaginação
Dona Benta recebe encantado
O povo dos contos de fadas
Numa delirante confusão

















::PARA SABER MAIS ACESSE::




1) Homepage da escola de samba Imperatriz Leopoldinense






2) Letra, música e vídeo






3) Artigo: literatura infantil no carnaval do Rio


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Atividade para o Carnaval - Parte 1

Assistindo ao episódio 41 da série Livros Animados do Canal Futura conheci essa bela história: OS IBEJIS E O CARNAVAL.

Os gêmeos Neinho e Lalá, com personalidades muito diferentes, abrem espaço para o debate em sala de aula sobre nossas memórias e tradições orais, além do respeito com nossos antepassados e organização familiar. O enredo guiado pela curiosidade das crianças trata do CARNAVAL, apresentando diversos aspectos dessa tradicional festa da cultura brasileira. Leia alguns trechos:



Carnaval é a festa do povo! É quando as escolas contam suas histórias e mostram o valor da nossa gente”, diz a menina Lalá; enquanto pela voz de Neinho o pequeno leitor passa a conhecer a diversidade da festa: “carnaval não é só escola de samba, tem os blocos afro da Bahia, blocos de embalo aqui do Rio de Janeiro e até os afoxés”.



"Vocês sabem que a dança do mestre-sala e da porta-bandeira é a dança da reza? (...) a bandeira que a porta-bandeira carrega representa os antepassados do grupo, os ancestrais ilustres da comunidade. Quando ela dança e agita a bandeira, movimenta o ar, passando toda a energia dos fundadores da escola para as pessoas que estão assistindo".

A partir da leitura é possível realizar diversas atividades:



1) BRINCADEIRA DO ESPELHO: Explorar a noção gêmeos (Ibejis). Fazer brincadeiras de um seguir o outro, repetindo o mesmo gesto seja, entre pessoas, seja entre dedos da mão. Ou uma situação onde um sugere o gesto, careta, que os participantes tem que fazer igualzinho ou, para variar, diferente.



2) CANTAR E DANÇAR: Explorar os instrumentos afro-brasileiros citados na história. O glossário contido na obra oferece um amplo material. Todos, relativamente, fáceis de serem tocados para tudo acabar em samba. Ou uma aula de adivinhar o nome dos instrumentos.



3) FAZENDO ARTE: Explorar a noção de Bandeira de escola de samba que resgata a memória e o valor da comunidade. Pode dividir em dois grupos cada qual construindo, plasticamente, a sua. Tem uma brincadeira que chama Rouba Bandeira onde cada grupo terá que proteger a sua.



IMPORTANTE: A figura do mestre-sala / porta-bandeira revela ao leitor(a) que o aspecto profano do carnaval possui uma dimensão sagrada.



4) PASSEANDO: Visitar uma escola de samba e conhecer um mestre-sala e uma porta bandeira - mesmo que seja virtualmente!




::PARA SABER MAIS::




Se quiser acessar os vídeos online da série Livros Animados visite:



http://www.acordacultura.org.br/livros/



http://www.futuratec.org.br/torrents.php?mode=programs&programa_id=60

Atividade para o Carnaval - Parte 2


Nada melhor do que comemorar esses dias de folia com literatura infantil! O livro A Escola do Cachorro Sambista, de Felipe Ferreira, apresenta o simpático cachorro Sambista que mora na quadra da Escola de Samba Unidos do Batuque e conta o dia a dia da sua escola cujo enredo é "A história de Dona Baratinha". Sensasional! A história conduz o leitor na descoberta de como funciona uma escola de samba: desde a definição do tema para o desfile de Carnaval até o dia de mostrá-lo na avenida. O autor mistura ficção e fatos históricos sobre a história do samba no Brasil e os grandes atores, recuperando o valor cultural do samba brasileiro que acaba esquecido diante de tanta mídia, não é?

::ALGUMAS IDEIAS::


1) LINGUAGEM: comparar as diversas linguagens apresentadas no texto: narrativa e informativa. Fazer cópias do livro para, em grupos, recortar os diferentes trechos e destacar com canetas coloridas as principais diferenças. Fazer um painel na sala de aula depois de cada grupo apresentar as conclusões oralmente.


2) CONTAÇÃO: resgatar a história da Dona Baratinha, enredo da escola de samba. Há muitas sugestões de atividades na rede sobre essa história, clique aqui.


3) VOCABULÁRIO: explorar as palavras características do Carnaval, compreendendo o sentido cultural dessa festa popular. Dá para fazer um mini-dicionário ilustrado da turma: cada um/dupla faz uma página.


4) HISTÓRIA: resgatar fatos que marcaram as mudanças nos desfiles das escolas de samba. Comparar com a história do Carnaval da sua cidade: como é o carnaval aqui? Você participa de alguma escola de samba?


5) MÚSICA: fazer uma enquete sobre os sambas preferidos da turma: sambas-enredo, marchinhas, etc. Depois de cantar e dançar, construir um gráfico com essas informações.


6) SAMBA-ENREDO: criar uma paródia ou samba-enredo a partir de outro conto famoso e de interesse da turma, por exemplo, Chapeuzinho Vermelho.


::PARA SABER MAIS::


Atividade para o Carnaval - Parte 3

Adoro as histórias da Lúcia Fidalgo - já tive o prazer de conhecê-la junto dos meus alunos na Feira do Livro. E garanto que ela é uma ótima companhia para esse Carnaval com a história É COM ESSA QUE EU VOU.

O livro conta a história de uma menina cheia de vontade que quer ganhar um concurso de fantasias no Carnaval. Cansada de usar sempre a fantasia que a mãe escolhe ela surpreende a todos e decidi fazer as coisas do seu jeito! QUAL SERÁ A FANTASIA DELA??? Eu já sei qual é... alguém mais tem um palpite por aí???

::SUGESTÕES DE ATIVIDADES::

1) ENQUETE: qual será a fantasia da menina na história? Façam suas apostas e uma lista de palavras - quem sabe em ordem alfabética.

2) BAILE DE FANTASIAS: as crianças podem ir fantasiadas até a escola OU criar suas fantasias com retalhos de papel colorido, tecidos, TNT, etc. Aproveite para listar as fantasias das crianças. Clique aqui para ver algumas ideias de fantasias.

3) BAILE DE MÁSCARAS: também dá para criar máscaras super criativas a partir dos personagens preferidos da turminha, por exemplo, para brincar no Carnaval. E com pratinhos de papelão (aqueles de festa infantil). Ah! E colares e pulseiras com sucatas... Quer ideias de máscaras? Clique aqui.

4) HISTÓRIA DO CARNAVAL: no final do livro há um pequeno texto contando essa história numa linguagem bem acessível. Dá para ampliar a pesquisa na Biblioteca da Escola ou na Internet. Clique aqui para saber mais - é uma animação da Revista Veja.

5) MÚSICA: eu não queria contar aqui o final da história, mas vou deixar uma pista hehehe É para cantar e dançar viu? Quer acompanhar a letra? Aqui.







sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

OBRIGADOOOO!!!!!

Obrigado!!!

Nunca pensei que teria tantas visitas em meu blog!!!

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Atividades para a volta às aulas 2012



Separei algumas atividades para iniciar o ano letivo do Ensino Fundamental de 2012 cheio de ideias! Clique aqui para ver o que já publiquei aqui no Bloguinfo ou confira a seleção de atividades via GoogleReader aqui.



Mensagem para o início do ano letivo

Tudo tem um começo...

e que a volta às aulas desse ano possa ser um ponto de partida para grandes realizações!










Organizando a mochila - atividades

Todo ano eu trabalho sobre a mochila escolar: sua organização, peso adequado, etc. Já publiquei alguma coisa aqui no Bloguinfo: atividades sobre a mochila escolar.

Adorei a ideia da Adiléa do Mistura de Alegria. Ajuda muito a criança a se organizar além de construir noções de quantidade através da contagem.



E aproveitando o tema, dá para fazer atividades de alfabetização:


Além de usar essas imagens em muitas outras atividades! Basta copiar e editar no Paint. Bom trabalho!

Cartão para volta às aulas 2012

Preparei esse modelo de cartão para ser utilizado na volta às aulas desse ano. Fique a vontade para adaptar a sua turminha!


Clique na imagem para ampliar


Construi outros modelos antes de escolher esse. Então você pode copiar o cartão e editar em algum programa de edição de imagens (no Paint, por exemplo) com a mensagem que desejar.







Compartilhe