quinta-feira, 26 de março de 2015

Como gamificar sua aula

Tenho me interessado cada vez mais pelo assunto, e vou compartilhar por aqui algumas das minhas descobertas. A primeira dica é criar uma atmosfera de jogo em sala de aula: estimular os alunos errar e escolher seus próprios caminhos. Interessante, não?

De acordo com  Sean Hampton-Cole, especialista em integração tecnológica na Crawford College Lonehill, a proposta de gamificação na educação implica em trazer características e elementos dos jogos para os contextos de ensino-aprendizagem, de modo a engajar os estudantes em suas atividades e processos de aprendizagem, alavancando também a criatividade, o pensamento crítico, o trabalho em equipe e a independência na resolução de problemas.

Ele publicou publicou em seu blog uma lista com 10 Ideias Específicas para Gamificar a Sala de Aula, confira:
  • Tornar os estudantes parceiros na elaboração do design da gamificação; 
  • Permitir segundas chances. E terceiras; 
  • Prover feedback imediato; 
  • Tornar o progresso visível; 
  • Criar desafios ou missões;
  •  Dar aos estudantes voz e escolha; 
  • Oferecer badges e recompensas individuais; 
  • Fazer com que os estudantes criem um sistema de conquistas;
  • Implementar tecnologia educacional; 
  • Acolher os erros; enfatizar a prática.
Para saber mais:
http://educacao.uol.com.br/noticias/2014/02/21/confira-cinco-dicas-para-deixar-a-aula-tao-legal-quanto-um-game.htm

Referência:
http://opusphere.com/10-ideias-especificas-para-gamificar-sala-de-aula/

terça-feira, 24 de março de 2015

Um Conto de Páscoa - Turma da Mônica

Você conhece Um Conto de Páscoa? Mauricio de Sousa em pessoa, ou melhor, em versão desenho animado, nos apresenta esta divertida história.

Uma nave espacial pousa na terra e uma coelhona deixa aos cuidados dos coelhinhos da floresta um ovo gigante feito com o chocolate mais gostoso das galáxias: o “Ovo Primordial”. A coelha nomeia um deles o “Coelhinho da Páscoa” e o encarrega de, juntamente com os demais, fabricar ovinhos com esse chocolate especial e distribuí-los a todos durante a Páscoa.
No domingo, num almoço no campo com a turminha toda, Mônica e Cebolinha encontram o “Coelhinho da Páscoa” e acabam descobrindo a fábrica secreta de ovos de chocolate, mas a comilona da Magali também descobre o caminho secreto, para desespero de todos os coelhinhos. Com muita música e curiosidades.

Ficou curioso? Então assista aqui:


Para saber mais acesse:
http://turmadamonica.uol.com.br/conto-de-pascoa-vai-ao-ar-no-cartoon-network-neste-sabado/

sábado, 21 de março de 2015

Coelho Mau - Literatura Infantil

Essa história é deliciosa! E as crianças amam!

Para escapar de uma senhora bronca, um coelhinho até então muito bem-comportado foge de casa e deixa uma carta para os pais. Ele conta que se juntou a uma gangue, pintou os pelos, fez um piercing e se tornou o terror da vizinhança. Mas é claro que tudo isso pode não ser verdade. Apenas no final do livro, ele revela a verdade - está na casa da avó e só queria mostrar que existem situações muito piores na vida do que ter um boletim cheio de notas baixas.

O livro está disponível na coleção do PNBE na Escola.

quinta-feira, 19 de março de 2015

Orelhas de Coelho

Vamos fantasiar as crianças de coelhos? Olhe que boas ideias!










Dobraduras modernas para a Páscoa

Estou pesquisando dobraduras para fazer com as crianças e achei vários modelos diferentes na Handmade Charlotte. Um mais fofo que o outro. Separei os que mais gostei:

Cesta de Páscoa

Adorei esse modelo de cesta. Estou pensando em fazer na Páscoa com as crianças. A ideia original com o passo a passo detalhado está no The Little Blue Room.

Clique aqui para acessar.

Páscoa de papel


Desenhos de Páscoa para pintar

Separei algumas imagens que vou utilizar nos murais da sala de aula. Vou imprimir e pedir ajuda às crianças para pintar (economizando tinta na impressora).

E um só para alegrar:





Carta do Coelho da Páscoa

Adoro explorar a imaginação dos pequenos. Por isso vou confeccionar um envelope com a cara do coelho. Uma graça! E muito simples:

Cartões malucos para a Páscoa

Vou adaptar essa ideia e construir cartões com os alunos do 5º ano. Quero que eles desenhem coelhos diferentes, usando a sua criatividade e muita cor. Depois os cartões serão distribuídos na escola.

O passo a passo de como fazer está no HandmadeCharlotte:  http://www.handmadecharlotte.com/printable-easter-gift-tags/

Clique aqui para baixar o modelo

domingo, 15 de março de 2015

Oito anos - Adriana Partimpim

Oito Anos
Adriana Partimpim



Por que você é flamengo
E meu pai botafogo?
O que significa
"impávido colosso"?

Por que os ossos doem
Enquanto a gente dorme?
Por que que os dentes caem?
Por onde os filhos saem?

Por que os dedos murcham
Quando estou no banho?
Por que as ruas enchem
Quando está chovendo?

Quanto é mil trilhões
Vezes infinito?
Quem é Jesus Cristo?
Onde estão meus primos?

Well, well, well
Gabriel...(bis)

Por que o fogo queima?
Por que a lua é branca?
Por que a terra roda?
Por que deitar agora?

Por que as cobras matam?
Por que o vidro embaça?
Por que você se pinta?
Por que o tempo passa?

Por que que a gente espirra?
Por que as unhas crescem?
Por que o sangue corre?
Por que que a gente morre?

Do que é feita a nuvem ?
Do que é feita a neve?
Como é que se escreve
Réveillon?

Well, well, well
Gabriel...(bis)

A música traz muitas perguntas? Você ficou curioso? Quais são as perguntas que estão na sua cabeça agora? 

O poeta aprendiz

"O poeta aprendiz" é um poema autobiográfico de Vinicius de Moraes, musicado por Toquinho. A primeira versão foi escrita em 1958, em Montevidéu, e incluída no livro Para viver um grande amor, de 1962. Anos depois, o poema viraria canção, na parceria com Toquinho.

A história da canção é curiosa. Toquinho começou a musicar um trecho do poema na Itália, em 1968, sem contar a Vinicius. Depois de trabalhar algum tempo na adaptação, viu-se diante de uma dificuldade que o impedia de continuar e acabou por revelar a ideia ao parceiro. Vinicius se entusiasmou com a canção, que foi finalmente gravada pela dupla em 1971.

Agora, volta num livro-disco idealizado por Adriana Calcanhotto, que interpreta a música e assina as ilustrações. O livro-disco foi concebido como um presente para Nina, afilhada da cantora e bisneta de Vinicius. Os versos falam de um menino que sonha em ser poeta e descrevem o universo infantil de forma bem humorada. A linguagem rica e divertida é ressaltada pelo glossário desta edição, que além de explicar algumas palavras chama a atenção para curiosidades do poema.



x
O Poeta Aprendiz
Vinicius de Moraes

Ele era um menino
Valente e caprino
Um pequeno infante
Sadio e grimpante
Anos tinha dez
E asas nos pés
Com chumbo e bodoque
Era plic e ploc
O olhar verde gaio
Parecia um raio
Para tangerina
Pião ou menina
Seu corpo moreno
Vivia correndo
Pulava no escuro
Não importa que muro
Saltava de anjo
Melhor que marmanjo
E dava o mergulho
Sem fazer barulho
Em bola de meia
Jogando de meia-direita ou de ponta
Passava da conta
De tanto driblar

Amava era amar
Amava Leonor
Menina de cor
Amava as criadas
Varrendo as escadas
Amava as gurias
Da rua, vadias
Amava suas primas
Com beijos e rimas
Amava suas tias
De peles macias
Amava as artistas
Das cine-revistas
Amava a mulher
A mais não poder
Por isso fazia
Seu grão de poesia
E achava bonita
A palavra escrita
Por isso sofria
De melancolia
Sonhando o poeta
Que quem sabe um dia
Poderia ser

terça-feira, 10 de março de 2015

Vamos pensar fora da caixa?

Depois de ler o artigo Educação Fora da Caixa: conheça escolas onde o aprendizado vai muito além da lousa e do caderno, na página do Hypeness, fiquei pensando em como efetivar essas ideias. E encontrei alguns vídeos para me ajudar:






Vamos olhar de uma forma diferente?

Leia o artigo na íntegra aqui:
http://www.hypeness.com.br/2015/01/como-iniciativas-de-educacao-inovadoras-buscam-transformar-o-ensino-no-brasil/#



sábado, 7 de março de 2015

Flat Design - Tendência para infográficos

O Flat Design é uma das mais fortes para 2015. Ele se baseia na simplicidade através de formas planas, cores e a tipografia, que são extremamente importantes para o sucesso do layout como um todo. Em síntese, essa tendência do web design é a pura simplicidade dos elementos, da clareza do layout.

Cada elemento ou caixa é nítido e não tem arestas ou sombras. Nada realista é adicionado. O conceito funciona sem variações na estrutura do layout, como sombras, chanfros, relevo, gradientes ou outras ferramentas que adicionam profundidade.

Tudo parte da hierarquia na concepção e colocação de elementos, para assim facilitar a compreensão e interação dos usuários. Por exemplo, com telas pequenas, há menos botões e opções, fazendo uma interface ser plana será relativamente mais fácil e prático de usar.

A tipografia é extremamente importante, o tom das fontes deve corresponder ao esquema do resto do layout. Uma fonte muito produzida pode parecer estranha em um projeto super simples. Podem também ser ousadas, mas de forma simples e eficiente.

A cor pode ser o grande desafio. No Flat Design a paletas de cores, na maioria da vezes, é muito mais brilhante e mais colorida do que os de outros sites. Os tons tendem a ser vibrante, sem matizes e tonalidades. Cores primárias e secundárias são populares. Além disso, certos tipos de cores também são usadas com freqüência. Nesta interação da tendência, cores retros – incluindo salmão, roxo, verde e azul – são especialmente populares.

Evite muita frescura na concepção geral do site. Cor e texto simples podem ser o suficiente. Se você quiser adicionar efeitos visuais, opte pela fotografia simples.

Confira algumas dicas:


Veja também:
http://www.zupi.com.br/a-tendencia-do-flat-design/
http://www.des1gnon.com/2014/12/7-tendencias-cruciais-para-web-design-em-2015/
http://www.designinterativo.etc.br/design/tendencias-para-o-web-design-em-2015

Imagem em http://www.revistacliche.com.br/wp-content/uploads/2013/01/flat-620x310.png


Cores para Flat Design

Pesquisando um pouco sobre Flat Design encontrei diversos sites para ajudar na busca da combinação perfeita. Apresento algumas dicas:

1) Color Scheme Designer
colorschemedesigner.com

2) ColorCombos
http://www.colorcombos.com/

3) Colorotate
http://www.colorotate.org/

4) Colourlovers
http://www.colourlovers.com

5) Flatuicolors
http://flatuicolors.com/






domingo, 1 de março de 2015

Escolarizando o Mundo


Este documentário é uma produção de 2011. O filme é uma co-produção americana e indiana. Dirigido e editado por Carol Back, aborda de forma contundente o fato de a educação escolar ter servido, ao longo dos últimos séculos, à colonização e estar servindo, atualmente, à homogeneização cultural. Em outras palavras, com o documentário se mostra um lado perverso da educação para o qual nem sempre voltamos os olhos: a possibilidade de, se mal utilizada, a escola servir à extinção das culturas e à perda da diversidade cultural.

Nem sempre a educação e a boa vontade dos educadores se prestam à emancipação e à autonomia. Aliás, esse é um dos aspectos analisados no filme que mais chamam a atenção: em todo o mundo são frequentes ações voluntárias de organizações não governamentais ou de indivíduos bem intencionados em prol da educação de populações locais. Nem sempre, no entanto, essas ações vêm acompanhadas da plena consciência do processo mais amplo em que estão inseridas e que, em geral, envolve a espoliação de territórios e a desvalorização de saberes tradicionais.

Para saber mais:
http://cienciahoje.uol.com.br/alo-professor/intervalo/2014/01/escolarizando-o-mundo

http://www.culturadapaz.com.br/filme-escolarizando-o-mundo-o-ultimo-fardo-do-homem-branco/

Quando sinto que já sei


O documentário “Quando sinto que já sei” registra práticas educacionais inovadoras que estão ocorrendo pelo Brasil. A obra reúne depoimentos de pais, alunos, educadores e profissionais de diversas áreas sobre a necessidade de mudanças no tradicional modelo de escola.

Projeto independente, o filme partiu de questionamentos em relação à escola convencional, da percepção de que valores importantes da formação humana estavam sendo deixados fora da sala de aula.

Durante dois anos, os realizadores visitaram iniciativas em oito cidades brasileiras – projetos que estão criando novas abordagens e caminhos para uma educação mais próxima da participação cidadã, da autonomia e da afetividade.

A Educação Proibida


Texto retirado de

Compartilho aqui este documentário produzido no ano de 2012, o qual questiona a escolarização moderna e propõem um novo modelo educativo. O atual sistema "PRUSSIANO" originado do padrão militar de educação da Prússia, no século 18, tem como objetivo gerar uma massa de pessoas obedientes e competitivas, com disposição para guerrear. As escolas são colocadas no mesmo patamar das fábricas e dos presídios, com seus portões, grades e muros; com horários estipulados de entrada e de saída, fardamento obrigatório, intervalos e sirenes indicando o início e o fim das aulas.
Ou seja, o sistema educacional vigente acaba refletindo verdadeiras estruturas políticas ditatoriais que produzem cidadãos "adestrados" para servir ao sistema; nesses termos, qualquer metodologia educacional que busque algo diferente será "proibida".
Sua principal falha está em um projeto que não leva em consideração a natureza da aprendizagem, a liberdade de escolha ou a importância do amor e relações humanas no desenvolvimento individual e coletivo. E aqui estamos agora, com este problema enorme nas mãos...
Este documentário é o resultado de mais de 90 entrevistas realizadas em 8 países através de 45 experiências educativas não convencionais e um total de 704 co-produtores. Um projeto completamente independente de uma magnitude sem precedentes, o que explica a necessidade latente para o crescimento e o surgimento de novas formas de educação. Colabore você também, divulgando e compartilhando o vídeo em redes sociais, promovendo um debate no seu meio social.
"Todo mundo fala de paz, mas ninguém educa para a paz. As pessoas educam apenas para a competição e a competição leva à guerra."
(Pablo Lipnizky )

"Nunca duvide que um pequeno grupo de cidadãos, prestativos e responsáveis possa mudar o mundo. Na verdade, é assim que tem acontecido sempre."
( Margaret Mead )

"A liberdade real virá quando nós nos libertarmos da dominação da educação ocidental, da cultura ocidental, e do modo de vida ocidental."
( Mahatma Gandhi )


LINKS:
Aqui você vai encontrar a lista de créditos de todas as pessoas que trabalharam na equipe de "Educação Proibida."
Link dos créditos = http://www.educacionprohibida.com/pel...
Site oficial = http://www.educacionprohibida.com/:
Link em português = http://translate.google.com.br/transl...
Reevo = http://blog.reevo.org/
Reevo português = http://reevo.org/pt-br/

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Convite para visitar a Biblioteca - Professores

Fiz um convite especial para que os professores fossem visitar a Biblioteca da escola. Foi uma estratégia para aproximá-los desse ambiente e começar o planejamento do ano.


Durante as visitas conversamos sobre o empréstimo de livros e estratégias de incentivo a leitura. Junto ao horário de empréstimos, faremos a Hora da Leitura, aproveitando o amplo espaço da sala da Biblioteca.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Atividades para o primeiro dia de aula

Separei algumas atividades que podem ser adaptadas para o primeiro dia de aula, ou como tarefa para a primeira semana:

1) Criar um texto a partir da ideia: ESTE ANO, JUNTOS VAMOS...
Cada aluno pode criar o seu e depois agrupar os textos da turma, como se fosse um compromisso assumido de forma coletiva. Ou pode ser feito um texto coletivo.

2) As crianças podem escrever como se sentiram no primeiro dia de aula, ou na primeira semana, bem como a sua família. É uma grande oportunidade de aproximação entre os pais e a escola.


3) Achar o caminho e completar as figuras são atividades que os alunos não alfabetizados conseguem fazer sozinhos. Acho importante esse tipo de atividade para que todos se sintam seguros e confiantes em relação a sua aprendizagem. Além de desenvolver a motricidade fina e a percepção viso-motora.


4) Agora se as crianças já conhecem as letras é bom fazer uma revisão. As atividades a seguir precisam ser adaptadas, pois o texto está em espanhol. Mas é um problema simples de resolver usando um editor de imagem como o Paint.



Fonte: http://maestraasuncion.blogspot.com.br/2011/10/full-actividades-fotocopiables-de.html 

Compartilhe