quarta-feira, 27 de junho de 2007

::Ser humano de ponta::

Coluna da Revista Nova Escola

Você já ouviu falar em tecnologia de ponta certo? Mas podemos falar também, em ser humano de ponta, como propõe Millôr Fernandes.

E é uma experiência de um ser humano de ponta que Débora Didonê, na sua coluna do dia 27 de junho, na Revista Nova Escola, apresenta. Trata-se de um trabalho sobre meio ambiente, criado para dar consistência ao bate-papo francês-português dos alunos da 6ª série da Escola Estadual Aldebaro Klautau, em Belém do Pará, que aprendem a falar francês comunicando-se, por e-mail, com alunos guianos-franceses de Caiena, capital de seu país.

A proposta está ligada a uma especialidade de Rosistela (uma das pessoas responsáveis por essa idéia), a Informática Educativa, disciplina focada nas descobertas que os alunos fazem da tecnologia. “O computador é uma máquina maravilhosa, mas é só uma máquina”, explica. Para a professora, é preciso transformar o estático, que são os softwares, o teclado e a máquina, em ferramentas para o desenvolvimento do conhecimento. É isso que ela faz para ensinar o francês.

Além disso, professores de outras disciplinas, que estudam e querem praticar o francês, também se integraram ao projeto. “A de Artes dá aulas sobre a cerâmica, que faz parte da cultura local. O de Matemática prepara atividades envolvendo números, as quatro operações e as formas geométricas básicas. Mas os próprios alunos, que estão craques na numeração francesa, ensinam ele a falar”, brinca.

Muito mais do que ensinar um idioma ou orientar sobre como mandar e-mails, Rosistela desperta em seus alunos os diversos mundos e línguas que eles podem conhecer por meio da internet.

Você quer conhecer toda a experiência? Clique aqui para ler a coluna na íntegra.

Fonte: Revista Nova Escola

Outros posts sobre o assunto:



0 pessoas deixaram comentários!:

Compartilhe