quarta-feira, 20 de julho de 2016

A escola no mundo hiperconectado: Redes em vez de muros?

Por E-Professor

Redes ou paredes: A escola em tempos de dispersão

Para que serve a escola? Será que essa instituição se tornou obsoleta? Duas perguntas inquietantes, que são o ponto de partida desta reflexão ensaística e extremamente atual. A ênfase recai sobre a maneira como as novas tecnologias de comunicação, sobretudo os aparelhos móveis de acesso às redes informáticas e os estilos de vida que eles implicam, estão afetando o funcionamento dessa instituição-chave da modernidade. Livro de Paula Sibilia nos contempla com boas discussões sobre o assunto.

Seu livro - Redes ou Paredes - analisa os fatores envolvidos na crescente “incompatibilidade” entre os novos modos de ser e estar no mundo, por um lado, e as já antiquadas instalações escolares, por outro lado, com suas próprias regras e seus valores, suas premissas e ambições. Esta análise da “crise da escola” leva em conta um conjunto de vetores socioculturais, econômicos e políticos, com a intenção de identificar os sentidos dessas transformações históricas, oferecendo algumas pistas para que possamos enfrentar uma questão urgente: de que tipo de escola necessitamos, ou como poderíamos substituí-la por algo melhor?

 Quer ter um gostinho do livro? Acesse aqui o artigo no link da Revista Matrizes da USP.

Outros posts sobre o assunto:



0 pessoas deixaram comentários!:

Compartilhe