quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Dandara dos Palmares

Dandara foi esposa de Zumbi, guerreira de Palmares e mãe de Motumbo, Harmódio e Aristogíton. Descrita como uma grande heroína, Dandara dominava técnicas da capoeira e lutou ao lado de homens e mulheres nos muitos combates do Quilombo dos Palmares. Com muita coragem, ela liderou batalhas e participou diretamente de forma política e estratégica de cada uma delas.

O Dia da Consciência Negra, foi escolhido por coincidir com a morte de Zumbi dos Palmares. Mas também é um dia para lembrar Dandara e todos os líderes que lutaram em prol da igualdade no nosso país. De Zumbi muitos já ouviram falar, mas há inúmeros outros líderes negros que não entraram nas páginas dos nossos livros escolares, pois apesar da escravidão no Brasil ter durado quase 400 anos, grande parte deste momento histórico foi apagado das páginas da História Oficial.

Não se sabe o local de seu nascimento e nem qual era sua ascendência africana, mas acredita-se que se estabeleceu ainda criança em Alagoas, no Quilombo dos Palmares, uma comunidade que durou mais de 100 anos e que chegou a abrigar mais de 20 mil negros foragidos das fazendas.

Líder nata, Dandara chegou a se opor contra os termos do Tratado de Paz assinado por Ganga-Zumba (tio de Zumbi) e pelo governo português, que estabelecia que os negros livres ficariam livres e que os escravos voltariam a ser escravos; pois defendia junto com Zumbi, que a liberdade é para todos, tanto faz se é um negro livre, um escravizado, um mestiço ou um índio.

Suicidou-se depois de presa, em 6 de fevereiro de 1694, ao ser capturada e levada como escrava após a destruição da Cerca dos Macacos, que fazia parte do Quilombo dos Palmares, por não aceitar ser escravizada.


Para saber mais:



Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dandara
http://anagabigabriela.blogspot.com.br/2011/10/dandara-dos-palmares.html



Outros posts sobre o assunto:



0 pessoas deixaram comentários!:

Compartilhe