sábado, 26 de maio de 2007

::NADA NA LÍNGUA É POR ACASO::

Nada é por acaso! Mas 'por acaso' encontrei este artigo de Marcos Bagno publicado na revista Presença Pedagógica em setembro de 2006.

Fundamentos teóricos para minhas 'suposições'...

"Quando o assunto é língua, existem na sociedade duas ordens de discurso que se contrapõem: (1) o discurso científico, embasado nas teorias da Lingüística moderna, que trabalha com as noções de variação e mudança; e (2) o discurso do senso comum, impregnado de concepções arcaicas sobre a linguagem e de preconceitos sociais fortemente arraigados, que opera com a noção de erro."

Qual será meu posicionamento? Para saber mais sobre o assunto e fundamentar sua opinião, leia o artigo na íntegra, clicando aqui.

Outros posts sobre o assunto:



0 pessoas deixaram comentários!:

Compartilhe