domingo, 27 de janeiro de 2008

::Uso das Tics na Educação::

O uso das Tecnologias da Informação e Comunicação é um dos temas que pretendo trabalhar neste ano na Capacitação de Professores. A partir do post Curso TIC y Educación impartido por Ana Ovando no AulaBlog21, que já citei anteriormente, encontrei um material riquíssimo da blogfesora Ana Ovando.

Uma das apresentações fala sobre "Algumas possibilidades didáticas da Internet". Foi onde encontrei a imagem acima e é com ela que quero começar o debate com os professores:

>> Como utilizamos os recursos tecnológicos na escola?
>> Quais são as possibilidades do uso das TICs na educação?

Muitas e muitas vezes, vejo acontecer exatamente o que retrata a figura acima: trocamos o quadro pelo projetor multimídia, o caderno pelo notebook, mas o professor?

Qual é a inovação na sua prática?

A algum tempo circulou pela web aquele vídeo do professor ensinando a tabuada (lembram?). Parece uma animação fiel da imagem acima...

Bem, este post é apenas uma provocação. Agora vou atrás de experiências que mostrem as inovações possíveis com a integração dos recursos tecnológicos a educação! Você conhece alguma? Deixe aqui nos comentários:

Em tempo, atendendo o pedido do Sérgio, aqui vai o 'apontador' para os slides:
http://www.slideshare.net/ovando/algunas-posibilidades-20/

Outros posts sobre o assunto:



18 pessoas deixaram comentários!:

Márcia Paganella disse...

Olá Sintian... que bom receber um comentário seu... eu Tb uso o Google Talk... mas vc tem que considerar que só pode usá-lo quem tem orkut... e a maioria das pessoas q conheço ainda não o instalaram...
Bjs

Márcia Paganella disse...

Olá Sintian... que bom receber um comentário seu... eu Tb uso o Google Talk... mas vc tem que considerar que só pode usá-lo quem tem orkut... e a maioria das pessoas q conheço ainda não o instalaram...
Bjs

Sérgio F. Lima disse...

Opa Sintian!

Seria legal você colocar o apontador para o video citado.. eu nunca o vi :-(

Sobre práticas "inovadoras" diria que eu tento criar contra-hegemonias nas práticas usuais... Por que?

Trabalho numa escola pública de 172 anos e que é bastante "conteudista"... onde o laboratório de informática é prioritariamente para as "aulas de informática educativa". No lugar de ser uma ferramenta virou uma disciplina (sic)

Portanto no início do ano apresento as duas ferrametas básicas que uso com os alunos (wiki[1] e blogues[2]) cada turma tem seu blogue e seu espaço no wiki, além do blogue da disiciplina...

Tento usar estas ferramentas para projetos de aprendizagem (não de ensino!) ou seja, escolhido um projeto onde os alunos construirão algo eles devem registrar as etapas e o processo no blogue...

É oq eu tento fazer em linhas gerais..

1 - http://aprendendofisica.pro.br/pmwiki.php/Main/EscritosAlunos

2 - http://aprendendofisica.pro.br/alunos/

[]'s

Sindy disse...

Márcia, eu pensei que todas as pessoas que tem uma conta no Google pudessem usar! Por exemplo, o Blogger e o Gmail. Eu add todos os meus contatos do Gmail. Mas vou pesquisar mais sobre o assunto.
Bjs

Sindy disse...

Como sempre, Sérgio, suas contribuições são preciosas!

Primeiro (desculpa minha ignorância): o que é um apontador?

Continuando, seu relato é justamente o que eu estava precisando. Trabalho com a capacitação de professores na perspectiva de projetos de aprendizagem. E o maior problema, segundo eles, são os currículos escolares, que são rígidos e desestimulam os professores a adotarem práticas diferentes.

Mas sua experiência prova que é possível! Quando eu voltar ao trabalho, vou sugerir que sua experiência seja apresentada aos professores, que tal?

Abçs

Fisica no CP2 Engenho Novo disse...

Opa Sintian!


O exupery disse que as palavras são uma fonte de mal-entendidos e é verdade :-)

Apontador é o que o pessoal chama de link :-) Algo que aponta para uma página web... só um radicalismo linguísico meu :-)

Sobre a dificuldade imposta pelos currículos, é isso mesmo...mas temos que "romper" na medida do possível com as amarras... nem sempre é fácil ou possível, mas somos brasileiros e não desistimos nunca...


Vou tentar sistematizar o modus o operantis de modo que os professores possam adequar as suas realidades...

Em tempo, trabalho como ensino médio, mas já usei algo parecido com fundamental!

[]'s

Teresinha Bernardete Motter disse...

Sintian, tudo bem? Estou voltando depois de um período "parada".
Teu blog está lindo, nesse novo visual. Tu sabes que trabalhei com alunas do magistério o ano passado, aplicamos a metodologia de trabalhar com Projetos de Aprendizagem em todos os seus passos. A publicação foi feita em wiki e algunS em blog, penso que em wiki fica melhor. Há um link no meu caminhos ( Projetos das Alunas)
http://caminhosparachegar.blogspot.com/
onde aparecem todos, alguns muitos bons.
Esse ano iremos continuar com a aplicação da metodologia , que nos serviu para verificar que no mínimo ela inclui digitalmente.
Sinto-me gratificada quando vejo que há alguns grupos que continuam com o projeto mesmo que a disciplina há tempo tenha encerrado, e dessa inclusão também ,que falo.
bjs
Berna

Gabriela disse...

Adorei!Acho muito legal a educação estar evoluindo, e gosto de ver pessoas que se preocupam em nos deixar informados como você!Parabéns!Beijinhos.

Marciley disse...

Tem um sorriso especial pra vc lá no meu blog!
Espero que vc vá buscar!
Beijos...Má

WWW.QUALITYAV.COM.BR disse...

Olá ,


Estamos implementando o programa de afiliados em nosso site www.qualityav.com.br e gostaríamos de saber se tem interesse em participar dele.

Acreditamos que podemos ter sucesso nesta parceria, temos as maiores comissões do mercado e a cada venda efetuada realizada através de seu site você ganha comissão.

Com este programa o seu site terá retorno financeiro através de espaços publicitários, ele irá trabalhar por você oferecendo nossos produtos ao seu público através de banners, news letters, ofertas, links e outros meios.

Trabalhamos com produtos tecnológicos de ponta e exclusivos no mercado, o que da a você um grande diferencial pois vendemos novidades tecnológicas que ninguém tem.

Você pode escolher quais produtos ou categorias quer expor de acordo com o perfil do seu público, o que aumenta ainda mais os seus ganhos.

Qualquer dúvida estou a disposição.


Atenciosamente.



Roberto L. Motta
Coordenador de E-Commerce
041-3335-0629
www.qualityav.com.br

Luis Carlos Z. Dhein disse...

Oi Sintiam.

Essa questão que você levanta nesse post, é com certeza muito pertinente. E, ela logo nos leva a seguinte dimensão: escolas compram computadores e montam laboratórios, para receber o rótulo de escolas inovadoras. Porém, se analisarmos muito pouco de inovador existe na maioria destes espaços.
A idéia que me surge é a de que não existe uma fórmula para se utilizar as tecnologias digitais no contexto escolar, e sim existem diferentes formas, sendo que cada uma deverá estar adaptada a seu contexto.
Não sei se vou conseguir desenvolver a minha idéia aqui. Mas, penso que quando falamos de tecnologias digitais no contexto escolar, precisamos ter bem claro quais são nossos objetivos. Não podemos estar falando de preparar usuários da informática, um tecnicismo, e sim, em uma informática que potencialize o desenvolvimento do ser humano, valorizando toda a história que envolve a informática e a criação humana, o ser humano por trás de toda a tecnologia, e também é preciso pensar nas idéias de inteligência coletiva, ciberspaço e ética dentro desses novos espaços. E com certeza é preciso se pensar em uma "consciência tecnológica", pois precisa se pensar mais no nosso planeta, na nossa espécie.
Existe um mundo de possibilidades e potencialidades de um lado das tecnologias e de outro existe uma gama de desafios e preocupações que muitas vezes são cobertas por ideologias capitalistas.

Abração

Professora Erika disse...

Sintian, obrigada pela visita e pelo comentário. Muito interessante essa sua pesquisa. Adorei a imagem, que realmente diz mais do que mil palavras. Há de se ter cuidado quando se fala em informática na escola. Realmente alguns professores ainda usam o computador apenas como máquina de escrever... Penso que o que falta há muitos é uma formação que lhes permita refletir sobre o que fazem... Beijos.

Sindy disse...

Sérgio, vamos por partes (como o Jack, heheh):>

1) Já adicionei o indicador. Na verdade tinha colocado o link no título do trabalho e na referência da imagem. Normalmente, eu coloco um "clique aqui" para o texto original, mas desta vez passou... De qualquer forma, está lá!

2) Sobre os currículos... realmente, não podemos desistir nunca. E eu acredito que é possível fazer modificações, mesmo que a passos de formiga! Eu procuro fazer a minha parte e fico feliz em ver por aqui outras pessoas que também tentam.

3) Vou ficar esperando sua sistematização. É sempre mais fácil acreditar que as mudanças são possíveis quando vemos exemplos concretos!

Abraços e muito obrigado pelas constantes colaborações

Sindy disse...

Olá Berna
Que bom lhe ter de volta!
Lembro sim do seu trabalho com as alunas do magistério. Seu depoimento é valioso especialmente porque eu também gosto muito do trabalho com wikis. Vejo que são um ótimo recurso para o registro do processo e a escrita colaborativa.

Mas, o que me deixa mais feliz, é que vocês estão formando nossos futuros professores com uma persectiva diferente do uso das TICs. As meninas já chegarão as escolas sem medo do computador e com muitas idéias do que fazer com ele. Quem sabe assim aquele "velho" problema dos professores que não gostam de levar seus alunos ao LIE comece a ser resolvido!

Muitos bjs e apareça sempre

Sindy disse...

Gabi
Seus comentários são sempre muito especiais!!! Você até parece "gente grande"!!! Na verdade, tem adulto que não consegue ser nem parecido com você. Mas, como você bem disse, ainda bem que tem gente preocupada em fazer a educação evoluir e acompanhar as mudanças, certo?
Muitos bjinhus

Sindy disse...

Realmente Luis, não há fórmulas, mas como você apontou, a clareza dos objetivos é fundamental. Já dizia o gato da Alice (no país das maravilhas), que "para quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve". Se nós, educadores, tivermos clareza de onde queremos chegar, do que é verdadeiramente importante trabalhar na escola, o uso das TICs será um caminho natural. E suas preocupações são pertinentes... são tantas coisas a se considerar. Enquanto isso, continuamos a fazer nossa parte!
Abçs

Sindy disse...

Olá Érika
Realmente, a reflexão é um dos pontos chave. A gente fala tanto em "práxis pedagógica", mas por onde anda a reflexão? Eu vejo nossos colegas saindo por aí, em um ritmo louco, fazendo mil coisas, mas pouco refletindo sobre o que está ou não valendo a pena. A avaliação na escola se tornou um momento de "dar notas" (ou conceitos, ou fazer parecer) e perdeu muito do seu caráter reflexivo, de ser um diagnóstico do que está dando certo ou não.

Nos laboratórios de informática, vejo uma grande preocupação em ter todos os horários cheios, com os alunos trabalhando,... E o planejamento das atividades? A avaliação do que foi feito? Quando acontece? Estes são pontos que pretendo trabalhar durante o ano!

Muito obrigada pela colaboração
Bjs

Lilian Sotin disse...

Ola Sintian
Estou cursando Licenciatura em Computação, e ministro aulas de informática a bem uns 10 anos. Mas procuro cada vez mais inovar as minhas aulas, para que elas não se transformem em algo chato.
Apliquei uma webgincana que encontrei na Internet sobre a Disney, e acredito que as crianças além de terem se divertido bastante, também aprenderam um pouco como se pesquisa na Internet.

Compartilhe